Matriz Serigráfica: Parte 01 – Quadros Serigráficos

Imagem Destaque do Post sobre quadro serigráficos
Como já vimos no texto sobre a definição da serigrafia, a matriz é formada basicamente por uma tela emulsionada vazada (processo fotoquímico).

Mas para entendermos melhor sobre os materiais que serão necessários para produzí-la, separei algumas informações mais detalhadas sobre cada componente utilizado na confecção dessa matriz. Vamos começar pelos Quadros Serigráficos.

 

Material 1 – Quadros Serigráficos

Também chamado de moldura, bastidor ou caixilho, é a estrutura que sustenta o tecido esticado, garantindo uma boa estabilidade dimensional. Ele possui variados tamanhos e formatos, escolhidos a depender da arte ou objeto a ser impresso.

Tamanho dos quadros serigráficos
Tamanhos e formas mais comuns dos caixilhos.

 

Tipos

Geralmente os quadros para serigrafia são compostos de madeira (mais comum de pinho ou cedro), ferro ou alumínio. Veja quais são as principais vantagens e desvantagens de cada um desses materiais:

Tipos de materiais mais comuns para quadros serigráficos: Vantagens e Desvantagens
Tipos de materiais mais comuns para quadros serigráficos: Vantagens e Desvantagens

 

Escolhendo o tamanho

Para a escolha correta do tamanho, o ideal é que haja uma margem de segurança no espaço interno do bastidor em relação ao tamanho do fotolito. Isso é necessário para que haja espaço suficiente para descansar a tinta entre as demãos e evitar que a arte não caiba no quadro. Veja a dica na imagem abaixo:

Detalhes a serem observados na escolha do tamanho do quadro.
Detalhes a serem observados na escolha do tamanho do quadro.

 

Perfis reforçados, chavetas e parafusos

Em caso de quadros muito grandes, pode ser necessário utilizar perfis reforçados, afim de evitar deformações.

Modelos de perfis reforçados para quadros de alumínio.
Modelos de perfis reforçados para quadro de alúminio. Imagens: www.agabe.com

Outros itens importantes são as chavetas e parafusos. Também é possível usar uma espécie de adaptador, que já possui essas peças presas a sua estrutura, podendo facilmente ser fixada ou removida do caixilho. Geralmente as chavetas e parafusos são presos na lateral superior do quadro e auxiliam no processo de registro da matriz no berço, evitando assim erro de encaixe nas demãos durante o processo de impressão. Entraremos em detalhes sobre esse processo mais adiante.

Chavetas, parafusos e um adaptador com chavetas.
Chavetas, parafusos e um adaptador com chavetas.

Essas foram as principais informações sobre os quadros serigráficos. Ele é um item importante, então, muito cuidado na escolha do tipo e tamanho em relação ao trabalho que irá demandá-lo. Atente as vantagens e desvantagens de cada um, afim de melhor aproveitar a relação custo-benefício e qualidade. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *